papa-livros

Bem-vindos!
"papa-livros", título proposto pelos alunos do 9º ano (2007/08), é o "blogue" da BE/CRE da Escola Secundária de Sampaio.
Está aberto à participação de todos (alunos, professores, funcionários e pais/encarregados de educação).
Se quiseres participar, envia o teu texto/imagens para papalivros0@gmail.com

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sessão de poesia (27/10/2011)

Já está disponível o primeiro de uma série de catorze registos vídeo da sessão de poesia que ocorreu no dia 27 de Outubro no âmbito das comemorações do 25º aniversário da escola. Os vídeos foram produzidos pela equipa do "Jornaless" - http://jornaless.esec-sampaio.net/ - a quem agradecemos a colaboração.
A pouco e pouco disponibilizaremos todos os registos que serão igualmente transferidos para os dezoito leitores de e-books existentes na BE.

Todos os homens são maricas quando estão doentes (António Lobo Antunes) from Biblioteca Sampaio on Vimeo.

Os nossos e-books (2)

Conjunto de poemas escritos por alunos do 7º A:
Myebook - As palavras - click here to open my ebook

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Concurso: Japão, passado e presente

Trata-se de um concurso promovido pela Embaixada do Japão em parceria com a RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) e o PNL (Plano Nacional de Leitura). Podes consultar o regulamento em: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/np4/?newsId=415&fileName=regulamento_japao.pdf

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Centenário do nascimento de Alves Redol em Sesimbra

Além da exposição no Museu do Neo-realismo, em Vila Franca de Xira, que já divulgámos, aqui, bem perto de nós, na Biblioteca Municipal de Sesimbra, decorre outra até 17 de Dezembro. Eis a informação disponível no "sítio" da Câmara Municipal (http://acontece.sesimbra.pt/single.php?post=2189)


"EXPOSIÇÃO Alves Redol de terça a sexta, das 9.30 às 19, sábados, das 10 às 18h

A Biblioteca Municipal comemora o centenário do nascimento do escritor Alves Redol com uma exposição e um recital de prosa, que decorre no dia 10 de dezembro, sábado, a partir das 15.30 horas. A mostra documental conta com o apoio da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo, corrente artística da qual o romancista e dramaturgo foi um dos expoentes máximos em Portugal. Alves Redol nasceu a 29 de dezembro de 1911, em Vila Franca de Xira. Com apenas 15 anos, publica o seu primeiro artigo no jornal semanário local Vida Ribatejana, dando assim início a uma longa colaboração em jornais da região."

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Os nossos e-books (1)

Além do nº 25 da nota informativa CREscendo, já estão disponíveis mais dois conteúdos em http://www.myebook.com/BibliotecaSampaio/.
Trata-se de dois textos colectivos produzidos pelos alunos das turmas A e C do 9º ano.
Myebook -
Myebook -

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Feira do Livro

Na próxima semana, os livros vêm à escola...e com desconto!Cartaz Feira Do Livro

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Literatura Juvenil - Novidade


Já está disponível na versão e-book... na BE da tua escola (procura-o nos e-readers 7, 8, 9 ou 16, 17 e 18)!"Há pouco tempo atrás, Eragon - Aniquilador de Espectros, Cavaleiro de Dragão - não era mais que um pobre rapaz fazendeiro, e o seu dragão, Safira, era apenas uma pedra azul na floresta. Agora o destino de toda uma sociedade pesa sobre os seus ombros. Longos meses de treinos e batalhas trouxeram esperança e vitórias, bem como perdas de partir o coração. Ainda assim, a derradeira batalha aguarda-os, onde terão de confrontar Galbatorix. E, quando o fizerem, têm de ser suficientemente fortes para o derrotar. São os únicos que o podem conseguir. Não existem segundas tentativas. O Cavaleiro e o seu Dragão chegaram até onde ninguém acreditava ser possível. Mas serão capazes de vencer o rei tirano e restaurar a justiça em Alagaësia? Se sim, a que custo? Este é o final da Saga da Herança, muito aguardado em todo o mundo por uma legião de fãs ansiosos." in http://www.mediabooks.com/catalogo/detalhes_produto.php?id=54222

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

"e-biblioteca, (re)conquistar, formar leitores no séc. XXI"

Trata-se de um projecto apoiado financeiramente pela Fundação Calouste Gulbenkian, que nos atribuiu 4600 euros.
Temos o prazer de anunciar que já estão disponíveis os leitores de e-books na BE da tua escola.
Uma biblioteca inteira na tua mão! Livros, imagens, vídeos e música...
Consulta as listas de títulos disponíveis e as regras de utilização/empréstimo.

E-reader -Lista de títulos


Lista de conteúdos comuns



Leitores de e-books-Regras de empréstimo

domingo, 6 de novembro de 2011

Blacksad

Vê o anúncio...

...depois, lê o livro! Está disponível (tradução portuguesa) na BE da tua escola.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Regulamento da 6ª edição do Concurso Nacional de Leitura

Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Concurso Nacional de Leitura. Consulta o regulamento:
Concurso Nacional de Leitura reg

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Mensagem de uma antiga aluna aos alunos actuais da ESS

A Joana foi uma das melhores alunas que frequentou a nossa escola (1992-1995). Por razões profissionais, não pode estar connosco hoje, mas enviou-nos este texto:
25º aniversário - Joana

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

25º aniversário da Escola Secundária de Sampaio

Consulta o programa das comemorações do 25º aniversário da Escola Secundária de Samapaio:
Programa do 25º aniversário da ESS

sábado, 22 de outubro de 2011

A Perspectiva das Coisas. A Natureza-morta na Europa

video
Na Fundação Calouste Gulbenkian, de 21 Outubro 2011 a 8 Janeiro 2012.
"Dando continuidade à exposição apresentada em 2010 sobre o tema da natureza-morta na Europa, a segunda parte será dedicada à modernidade do século XIX e às alterações fundamentais ocorridas na primeira metade do século XX.

A renovação do interesse pela natureza-morta por parte dos artistas da vanguarda francesa será documentada através das obras dos Realistas e também da nova linguagem do Impressionismo. Em exposição estará uma peça-chave deste contexto, a Natureza-Morta de Claude Monet, que faz parte das colecções do Museu Calouste Gulbenkian. A natureza-morta foi, no final do século XIX, tema que interessou de sobremaneira os pintores Pós-Impressionistas como Cézanne, Van Gogh e Gauguin, que estarão representados através de obras de referência.

A exposição demonstrará como a natureza-morta, enquanto género pictórico, se transformou em veículo de uma experimentação ainda mais radical com Picasso, Braque e Matisse. Poder-se-á entender como permitiu a alguns artistas um olhar reflexivo sobre a sociedade contemporânea, enquanto outros se envolveram nas novas realidades da experiência subjectiva, como é o caso de Magritte e Dalí. A fragmentação e reinvenção da própria categoria de natureza-morta serão exploradas através da amostragem de peças escultóricas ou de objectos de uso corrente transformados em obras de arte.

Eis a viagem que é proposta através dos vários tempos e geografias da natureza-morta na pintura ocidental, ilustrada com obras maiores dos autores que mais reflectiram sobre este género. A natureza-morta foi sem dúvida pretexto para as indagações dos pintores e é hoje motivo de fascínio para o público em geral. A exposição será comissariada por Neil Cox, Professor da Universidade de Essex, especialista em arte francesa do século XX, com tese de doutoramento sobre Picasso e uma vasta obra publicada bibliografia." in http://www.gulbenkian.pt/index.php?object=160&article_id=3233&cal=exposicoes

Dia 27 de Outubro...

...estreia em Portugal:
video

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Está para breve!

Fica atento(a)!Em breve, divulgaremos o regulamento da 6ª edição do Concurso Nacional de Leitura.

Festival de Banda Desenhada 2011

A partir de hoje, todos os caminhos vão dar à Amadora! Se gostas de banda desenhada, informa-te em: http://www.amadorabd.com/22amadorabd2011/temp/

"Jean Schulz, a mulher do criador da banda desenhada Peanuts, Charles Schulz, vai estar no próximo fim-de-semana no festival Amadora BD, que se associará aos 60 anos do aparecimento de Charlie Brown e companhia.
A 22ª edição do festival de banda desenhada da Amadora começa na sexta-feira no Fórum Luís de Camões, este ano dedicado ao humor, com a inauguração de uma série de exposições, mas é no fim-de-semana que se concentram as atividades com a presença de vários convidados.
Jean Schulz é atualmente a presidente do Museu Charles Schulz, na Califórnia, e a responsável pelo património do autor, que deixou centenas de pranchas protagonizadas pelas personagens Charlie Brown, Lucy, Schroeder, Pepermint ou Snoopy.
A exposição central do Amadora BD é sobre o humor na banda desenhada e associa-se ao centenário da Sociedade de Humoristas Portugueses, criada em 1911.
Este ano, há uma grande aposta na produção portuguesa, com várias exposições em torno de autores que têm "procurado mercado lá fora e que o consideram um benefício do ponto de vista artístico", explicou o director do Amadora BD, Nelson Dona, à Lusa." in http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=537641

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Eça à lupa

Eça_à_lupa_19_outubro_2011



Mais em www.jornaless.wordpress.com

Livros de Gonçalo M. Tavares na BE



É oficial: Gonçalo M. Tavares chegou à BE da nossa escola! E em dose tripla! Da colecção "O bairro" estão disponíveis para leitura local e domiciliária:
O senhor Juarroz, O senhor Eliot e as conferências, O senhor Swedenborg e as investigações geométricas

Projectos Ciência Viva


Projectos Ciência Viva para as escolas em http://www.cienciaviva.pt/projectos/.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Concurso "Escola, escrita, cinema"


És aluno ou professor do Ensino Básico? Então, informa-te em:
http://www.rbe.min-edu.pt/np4/367.html

Concurso "A força das palavras" 2011-12

Divulgamos aqui o regulamento da 5ª edição do concurso "A força das palavras" promovido pela Associação Cultural Ecos d'Art, em colaboração com a Câmara Municipal de Sesimbra, escolas do concelhos, instituições bancárias e outras entidades.
Regulamento V Prémio Literário

domingo, 2 de outubro de 2011

Horizonte Portugal

"Horizonte Portugal é um projecto que visa disponibilizar na Internet um conjunto muito significativo de imagens fotográficas do espaço português. São fotografias para a caracterização do território hoje Portugal, da sua paisagem, do seu património edificado, dos seus lugares, aldeias vilas e cidades, das marcas de povoamento humano no decurso de um tempo longo."
Trata-se de um sítio gerido pelo fotógrafo português Duarte Belo.

http://www.horizonteportugal.org/

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Acordo Ortográfico

Sobre o Acordo Ortográfico, sugerimos a consulta de http://www.min-edu.pt/index.php?s=&actualidade=543#n2 (recursos, propostas de actividades dirigidas a docentes, alunos, famílias e não docentes).
Em breve, disponibilizaremos os documentos na disciplina BE do Moodle.

Bom ano lectivo!

Desejamos a todos os nossos leitores e seguidores um bom ano lectivo 2011/12!
(Nota: continuaremos a escrever segundo o antigo acordo ortográfico até que o novo seja definitivamente obrigatório)

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O que aí vem...


Para já, "J.K. Rowling presents Pottermore: a unique and free-to-use website which builds an exciting online experience around the reading of the Harry Potter books."

O acesso livre está prometido para Outubro. Fica atento(a)!

Mais em http://www.pottermore.com/

terça-feira, 26 de julho de 2011

Sugestão de férias

E, em tempo de férias, sugerimos a visita a esta exposição.
Até 25 Setembro 2011
Piso 1, Sala 61
"Esta exposição, realizada em parceria com o Museu Groeninge (Bruges, Bélgica), coloca o Tríptico das Tentações de Santo Antão do MNAA criticamente em confronto com o Tríptico do Juízo Final e o Tríptico das Provações de Job, ambos da colecção do museu de Bruges. A exposição debruça-se sobre as variantes ou os traços comuns de processo criativo destes trípticos, análise também apoiada em exames laboratoriais. Será a primeira vez que se juntam, em Portugal, três grandes pinturas de Bosch e do seu círculo."
Desdobráveis e programa em
http://www.mnarteantiga-ipmuseus.pt/pt-PT/destaques/ContentDetail.aspx?id=496
E sobre o pintor Hyeronimus Bosch:
http://www.hieronymus-bosch.org/

Maria Lúcia Lepecki (1940-2011)


"A escritora e ensaísta brasileira Maria Lúcia Lepecki morreu no dia 24 de Julho aos 71 anos em Lisboa, vítima de cancro. Maria Lúcia Lepecki nasceu em Axará, no estado de Minas Gerais, no Brasil, mas estava radicada há várias décadas em Portugal, sendo uma profunda conhecedora da literatura portuguesa. Brasileira de nascimento e portuguesa por casamento, Maria Lúcia Lepecki estudou em Paris, foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e professora catedrática na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa."
Com ela, descobrimos alguns dos romances e textos fundamentais da literatura portuguesa do séc. XX. Nunca esqueceremos a leitura iluminada de O Delfim de José Cardoso Pires que, em improviso, Maria Lúcia Lepecki apresentou num colóquio há já alguns anos. De repente, aquele romance, de que até nem tínhamos gostado muito, tornou-se um texto surpreendente. E assim aconteceu com muitos mais. Por exemplo, com Finisterra de Carlos de Oliveira ou Levantado do chão de José Saramago. Nas suas aulas, vivas e cantadas num português com sotaque, a literatura perdia aquela compostura séria e, no seu jeito meio brincalhão, Lúcia Lepecki abria novos caminhos, lançava questões e obrigava-nos a ler os textos como eles mereciam, isto é, sem pauta, de forma livre.
Era, sem dúvida, uma excelente professora!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

"Rifão quotidiano"

Lembrámo-nos deste poema de Mário-Henrique Leiria:

RIFÃO QUOTIDIANO

Uma nêspera
estava na cama
deitada
muito calada
a ver
o que acontecia

chegou a Velha
e disse
olha uma nêspera
e zás comeu-a

é o que acontece
às nêsperas
que ficam deitadas
caladas
a esperar
o que acontece

E sugerimos o visionamento de: http://www.debtocracy.gr/indexen.html (existe uma versão legendada em português)

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Falemos de...

... Gonçalo M. Tavares, que recebeu em França o Prémio de Melhor Livro Estrangeiro 2010 com o romance Aprender a rezar na era da técnica (da série "Livros pretos") e por cá, o Grande Prémio da APE com o livro Uma Viagem à Índia que confirma a sua singularidade na História da literatura portuguesa. Nós não lemos e suspeitamos que não será Gonçalo M. Tavares no seu melhor. Sugerimos antes a leitura dos títulos relacionados com os senhores de "O bairro" (mais informações em http://www.editorialcaminho.pt/autores/bibliografia.php?id=22612).
http://www.tsf.pt/Programas/programa.aspxcontent_id=917512&audio_id=893246 (entrevista de Carlos Vaz Marques no programa "Pessoal e transmissível")
...ou de Sophia de quem estão disponíveis, num site associado à Bilioteca Nacional, poemas lidos pela própria, objectos de escrita, álbuns de fotografias, pinturas e retratos, manuscritos e uma tábua cronológica. Aqui:
... e ainda de uma biblioteca sem fronteiras que reúne livros para crianças pesquisáveis por países, idades, formatos, géneros, prémios, etc. Trata-se da International Children's Digital Library disponível em http://en.childrenslibrary.org/

terça-feira, 21 de junho de 2011

Solstício de verão


Chegou o verão no hemisfério norte! E, como de costume, milhares de pessoas comemoraram o solstício de verão em Stonehenge (Património Mundial da Humanidade), um lugar que ainda hoje desperta algumas paixões e curiosidades relativamente à sua origem e função.Pensa-se que quem estivesse no interior do monumento poderia determinar, com exactidão, as datas dos equinócios (primavera e outono) e dos solstícios (verão e inverno). Há quem relacione Stonehenge com a cultura e mitologia célticas.
A (des)propósito, sugerimos a leitura de

ou o visionamento de

disponíveis na BE para consulta local e/ou domiciliária.

sexta-feira, 17 de junho de 2011


Comemora-se amanhã, dia 18 de Junho, o 1º aniversário da morte de José Saramago, prémio Nobel da Literatura.
"O primeiro ano sem Saramago começou às 11.30 do dia 18 de Junho de 2010, quando os médicos Gracia Lanzas e Domingo Guzmán se olharam e ela, após um leve assentimento do companheiro, pronunciou as palavras que ninguém na casa queria ouvir: «Hora da morte, 11 e 30». Aí começou a vida sem Saramago, embora Saramago continuasse a ser o centro de todos os passos, de todas as palavras e de todos os abraços, o centro do mundo para aqueles que já nada podiam fazer, nem acrescentar uma palavra, nem mostrar o sorriso que ficou adiado, nem sentir o apertar de mãos, gesto impossível, Saramago havia morrido e essa palavra – morte – é definitiva.

Nesse dia, a essa hora, começou também uma viagem diferente para os que haviam convivido com Saramago mas, apesar do terrível peso da realidade, que esmaga e de que maneira, os que rodeavam Saramago levantaram a cabeça, deixaram que as lágrimas corressem por dentro e fizeram o que estava combinado: viver também pelo ausente, tê-lo sempre no coração, no sangue, nos livros, nas conversas e nos brindes. Não morrerá de todo quem está tão presente na memória, disseram-se mutuamente e começaram a contar o tempo.
(...)

Neste primeiro ano sem Saramago continuaram a publicar-se os seus livros de acordo com o calendário estabelecido quando era vivo e falava com a sua agente e com os editores mais próximos. Anuncia-se para o Outono a publicação do seu segundo livro de juventude, Clarabóia, esse que dormiu o sono dos justos quase quarenta anos sem que Saramago recebesse resposta alguma e que, quando o jovem que o escreveu era já um homem maduro e havia publicado grandes livros, a editora quis dá-lo à estampa. Saramago disse que enquanto vivesse não seria publicado embora tivesse consciência de que o livro veria a luz do dia, porque é um presente que os leitores merecem. Aparecerão também em breve as páginas que tinha escritas de um romance complexo, tão difícil como necessário: Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas, um verso de Gil Vicente, uma outra forma que Saramago encontrou de ser a ponte entre os clássicos e os leitores contemporâneos, assim o seu Camões em Que Farei com Este Livro?, ou nas contínuas referências ao Padre António Vieira, a Pessoa, Almeida Garrett ou Eça, o inventor do romance moderno. Ou Raúl Brandão, Almada Negreiros, ou os seus contemporâneos, Jorge de Sena, Rodrigues Miguéis entre outros, autores de que a Fundação deve cuidar porque também nasceu para isto."
Texto de Pilar del Rio
Ver mais em:
http://www.josesaramago.org/detalle.php?id=1245


terça-feira, 14 de junho de 2011

25º aniversário da morte de Jorge Luis Borges


Nascido a 24 de Agosto de 1899, falecido a 14 de Junho de 1986, Jorge Luis Borges, poeta, contista, ensaísta e criador de labirintos literários e mentais, é um dos autores da nossa vida, um génio do séc. XX.
Para saber mais:
http://www.internetaleph.com/
http://www.themodernword.com/borges/
http://www.theparisreview.org/interviews/4331/the-art-of-fiction-no-39-jorge-luis-borges
http://www2.fcsh.unl.pt/borgesjorgeluis/
http://www.borges.pitt.edu/english.php

Na BE, podes consultar/requisitar:
História universal da infâmia
O Aleph

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Festival do silêncio

Agora que as "arruadas" estão prestes a acabar e a estridência dos megafones quase a desaparecer do nosso quotidiano, até que é curioso anunciar-se um festival do silêncio.
Silêncio?
Não é bem assim, pois, de 15 a 25 de Junho, estão previstos espectáculos de música, sessões de poesia, encontros com (e entre escritores), etc. Para saberes mais, consulta http://www.festivalsilencio.com/

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Porque hoje é dia da criança...


Era uma vez uma velhinha que, depois de se ter banqueteado com um mosquito, uma aranha, uma cegonha, um gato, um cão, uma serpente, uma vaca e, imagine-se, um cavalo, fecha os olhos devagar, graças a um segredo engenhoso das artes tipográficas.
Ao passar para as páginas de um livro português, a célebre lengalenga anglo-saxónica "There was an old lady" conseguiu conservar um bom humor tipicamente britânico, não tendo perdido o seu jogo de sonoridades encantatório, capaz de fascinar miúdos, graúdos e até o júri da Feira do Livro Infantil de Bolonha 2010, que lhe atribuiu o Prémio "Opera Prima".
(in http://www.fnac.pt/Era-Uma-Vez-Uma-Velhinha-Jeremy-Holmes/a328292?PID=5&Mn=-1&Ra=-1&To=0&Nu=1&Fr=0)
E aqui fica uma animação a propósito da história e com ilustrações do livro:
video
Sugestão da professora Elsa Oliveira.

terça-feira, 31 de maio de 2011

A cidadania de A a Z


Em semana de eleições, aproveitamos a oportunidade para divulgar este livro em formato digital que podes consultar em:
http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/bibliotecadigital/elivro.php?id=cidadaniadeaaz

segunda-feira, 30 de maio de 2011

WikiCiências



"WikiCiências é uma enciclopédia em linha com os conceitos de ciência elementar. Primariamente, é dirigida aos alunos e professores do ensino básico e secundário pelo que houve a preocupação de coligir os termos que fazem parte do glossário básico dos programas das áreas científicas. Serão uns 1000 termos, segundo algumas estimativas e esse é o objectivo inicial que nos propomos para os próximos meses. A WikiCiências tem acesso livre e todos os artigos publicados são sujeitos a uma avaliação prévia por pares sob a responsabilidade de um editor sectorial. Na fase inicial, os autores foram convidados mas o princípio da avaliação por pares foi respeitado. A partir do lançamento público em 30 de Maio de 2011, todos os artigos ficam abertos à crítica e à melhoria na perspectiva colaborativa típica da internet."
Segue este "link":
http://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/P%C3%A1gina_principal

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Quiosque da Leitura: livros no recreio, recreio com livros

Foi no dia 25 de Maio que os livros (Projecto "Ler, ver, ouvir - pensar o mundo) "fugiram" da biblioteca, pelo segundo ano consecutivo, e andaram por aí de mão em mão. Ao longo do dia, o quiosque foi visitado por alunos de várias turmas do Secundário -sentimos a ausência dos alunos do Básico...
Agradecemos a colaboração do professor José Pontes, funcionários e alunos que ajudaram a montar o quiosque, dos alunos do 10º PM que fizeram os cartazes de divulgação desta actividade e ainda dos alunos do 11º G que fizeram os cartazes de promoção da leitura afixados no local.
As fotografias que se seguem são da autoria dos alunos do 10º PM:



E mais estas fotografias do 10º PI:


E ainda mais estas:

"No país das Almalavras..."


Anarquia Das Palavras
Imagens em http://jornaless.wordpress.com/2011/05/26/rumo-ao-pais-das-%e2%80%9calmalavras%e2%80%9d/

e o vídeo em
http://www.divshare.com/download/14945611-036

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Aprovado!


E, se, de repente, na aula, te pedissem que lesses um… e-book?
Ficção científica? Impossível? Ná!... Pois, prepara-te: no próximo ano, isso será uma realidade na tua escola!

No âmbito do Programa de Apoio a Bibliotecas Escolares da Fundação Calouste Gulbenkian, apresentámos o projecto “e-Biblioteca, (re)conquistar, formar leitores no séc. XXI” que, tendo sido aprovado, envolverá as equipas da BE, do PTE e um conjunto de professores de Português, Artes Visuais e Informática e os alunos das respectivas turmas.
Com a verba atribuída (4600 euros), proceder-se-á à aquisição de e-readers, e-book, iPAD e outros equipamentos que permitirão associar, num mesmo suporte, imagens, vídeos, som e texto. Aos livros no formato tradicional, juntar-se-ão, assim, mini-bibliotecas multimédia.
Por outro lado, procura-se incentivar a produção de conteúdos multimédia/digitais pelos alunos, recorrendo às TIC e às ferramentas da Web 2.0. No fundo, tu próprio(a), poderás ser o autor de conteúdos que serão lidos por outros!
O projecto completo pode ser consultado na disciplina BE do “Moodle” da escola (http://www.escolasdesesimbra.net/moodle/course/view.php?id=596).

terça-feira, 24 de maio de 2011

Concurso "A força das palavras"


Já foram entregues os prémios da 4a edição do Concurso Literário "A força das palavras" promovido pela Associação Cultural Ecos d'Art, em colaboração com as escolas do concelho, e patrocinado pela Câmara Municipal de Sesimbra e por instituições bancárias. Parabéns a todos quantos participaram e, em particular, aos alunos da nossa escola que fazem parte da lista dos premiados.
São eles:
Escalão B
1º Prémio “ O Autor Desaparecido” subscrito pelo pseudónimo Escritor com asas, correspondente a Henrique Penim Garcia Rodrigues da Escola Secundária de Sampaio.
Escalão C
1º Prémio “A Força das Palavras” subscrito pelo pseudónimo Alexandre Valente, correspondente a Luísa Oliveira Amorim da Escola Secundária de Sampaio.

2º Prémio “O Futuro” subscrito pelo pseudónimo Maria Ana, correspondente a Patrícia Alexandra da Silva Gago da Escola Secundária de Sampaio.

3º Prémio “Mais perto das estrelas” subscrito pelo pseudónimo Marieb, correspondente a Mariana Encantado Bravo da Escola Secundária de Sampaio.

Foram ainda atribuídas as seguintes Menções Honrosas:

“As Vidas“ subscrito pelo pseudónimo Íris, Patrícia Alexandra Deitado dos Santos da Escola Secundária de Sampaio.


“Ambição de quem sonha“ subscrito pelo pseudónimo Totilbil, correspondente a Diogo Alexandre Antunes Pinela da Escola Secundária de Sampaio.

“Ser jovem é…“ subscrito pelo pseudónimo Tchiby, correspondente a Marisa Andreia Gomes Mata da Escola Secundária de Sampaio.
Escalão D

3º Prémio “Esconderijo” subscrito pelo pseudónimo Carbono, correspondente a Flávia Lúcio Firme Pinto da Escola Secundária de Sampaio.

Foram ainda atribuídas as seguintes Menções Honrosas:
“O teu sorriso” subscrito pelo pseudónimo Lopes, correspondente a André Miguel M. Cavaco da Escola Secundária de Sampaio.